ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES

  • O Curso

    Engenharia de Telecomunicações O curso de Engenharia de Telecomunicações do Inatel foi o primeiro a ser criado no Brasil, em 1965. É pioneiro e referência no ensino e no desenvolvimento das Telecomunicações no país, tendo profissionais formados nas grandes e principais empresas do setor. O curso possui um conjunto de disciplinas curriculares básicas, profissionalizantes e específicas, além de atividades complementares e de empreendedorismo, que resultam no perfil desejado – um engenheiro com diversas competências e habilidades na área de Telecomunicações e que mantém uma relação com atividades humanas e sociais e com outras áreas da Engenharia. O corpo docente é capacitado e qualificado, composto por mestres e doutores. Há diversos laboratórios de ensino e pesquisa, com equipamentos e softwares atualizados, que contribuem com uma formação diferenciada.

     

    Período integral e noturno | 5 anos | 250 vagas anuais | Título: Bacharel

     
  •  
  • Áreas de Atuação

    Áreas de Atuação

    • Sistemas e redes de comunicação: Com e sem-fio; telefonia fixa e celular; por radiodifusão, satélite, radioenlace e fibra óptica; comunicações digitais; de alta velocidade; internet; dentre outras.
    • Empresas e indústrias: Nas áreas de telecomunicações, eletrônica e tecnologia da informação e comunicação, como as operadoras de telefonia, concessionárias de serviços de telecomunicações. Poderá desempenhar suas competências em diversas funções como analisar, projetar, desenvolver, planejar, operar, instalar, manter e supervisionar sistemas, instalações, equipamentos, produtos, processos, serviços e tecnologias. Também poderá exercer funções de coordenação, gerência e direção.
    • Órgãos governamentais e de regulamentação e certificação das telecomunicações.
    • Consultoria: Realizar e dirigir programas, tarefas de consultorias na área de Engenharia de Engenharia de Telecomunicações.
    • Área acadêmica: Realizar pesquisa acadêmico-científica e tecnológica na área de Telecomunicações e outros que lhe sejam conferidos pelo respectivo conselho de classe.
  • Mercado de Trabalho

    Mercado de Trabalho

    O setor de Telecomunicações é um dos que mais movimentam a economia nacional e internacional e também é dos que mais cresce em função da necessidade da comunicação entre pessoas e coisas. As relações humanas e as atividades econômicas utilizam cada vez mais as redes e os sistemas de telecomunicações. Com a sociedade globalizada, mais investimentos serão necessários nos serviços de telecomunicações para possibilitar a expansão da comunicação em banda larga e de alta velocidade.

    Por esses motivos, é alto o índice de estágio e de empregabilidade dos alunos e formandos do curso de Engenharia de Telecomunicações do Inatel. Grandes empresas, públicas e privadas, nacionais e multinacionais, além de órgãos governamentais e institutos de ensino e pesquisa, necessitam destes profissionais capacitados.

  •  
  • Grade Curricular Integral

    {{ped.periodo}}º Período:

    Carga Horária: {{ativ.cargahoraria}}
    Tipo: {{ativ.tipo}}
    Créditos: {{ativ.creditos}}
    Ementa: {{ativ.ementa}}
    Total de Horas: {{ ped.totalcargahoraria }}
  •  
  • Grade Curricular Noturno

    {{ped.periodo}}º Período:

    Carga Horária: {{ativ.cargahoraria}}
    Tipo: {{ativ.tipo}}
    Créditos: {{ativ.creditos}}
    Ementa: {{ativ.ementa}}
    Total de Horas: {{ ped.totalcargahoraria }}

 
 

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200

Escritório em São Paulo - SP - Brasil

WTC Tower, 18º andar - Conjunto 1811/1812

Av. das Nações Unidas, 12.551 - Brooklin Novo - 04578-903

+55 (11) 3043 6015 | inatel.sp@inatel.br