Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

AERONAVE REVOLUCIONÁRIA DE BRUCE DICKINSON SOFRE NOVO ACIDENTE

Em 2007 foi fundada no Reino Unido uma companhia aérea chamada Hybrid Air Vehicles que tinha como objetivo revolucionar o mundo da aviação.
Um de seus acionistas é Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden e piloto, que investiu na ideia de criar uma aeronave inovadora chamada Airlander.
Trata-se de um dirigível que tem como propósito se tornar um mecanismo de transporte que poderia fazer longas viagens ao redor do globo sem a necessidade de reabastecimento, além de contar com um sistema de pouso e decolagem simplificado para levar pessoas e materiais até as regiões mais remotas.
Pois bem, acontece que como reporta o blog Todos a Bordo, o dirigível Airlander 10, maior aeronave do mundo, sofreu um novo acidente enquanto passava por um teste no último final de semana. Esse é o segundo acidente em seis voos de teste realizados desde agosto de 2016.
Após pousar na última sexta-feira, a Airlander foi amarrada a mastros de fixação no solo, mas no dia seguinte uma falha permitiu que a aeronave se soltasse.
Dessa forma, foi acionado um sistema de emergência que abre uma fenda na estrutura da aeronave fazendo com que gases fossem liberados, o dirigível esvaziado, e os danos ao local do incidente minimizados.
O acidente aconteceu em um aeroporto de Cardington, a 80 quilômetros de Londres, e a empresa disse que a aeronave foi desinflada e voltou segura ao campo de pouso, com o gás hélio e o combustível removidos com segurança.
Ninguém estava a bordo do dirigível no momento do acidente mas duas pessoas tiveram ferimentos leves. As causas do acidente estão sendo investigadas e testes que levariam a aeronave a voos mais altos e mais longos (de apenas 139 quilômetros) foram cancelados.
Vale lembrar que Bruce Dickinson chegou a falar que seu sonho seria realizar duas voltas ao mundo sem parar com a Airlander. Pelo jeito ainda vai demorar um bom tempo.
Fonte: Mundo Livre 93.9 fm

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200