Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

ROGER WATERS E NICK CAVE TROCAM ACUSAÇÕES POR CAUSA DE SHOW EM ISRAEL

Dois veteranos do rock estão trocando acusações por causa de shows em Israel. O australiano Nick Cave acusa o britânico Roger Waters, do Pink Floyd, de promover censura a músicos que tocam no país. "Não é sobre música, é sobre direitos humanos", rebate Waters.
A polêmica começou em fevereiro, quando Cave anunciou que incluiria Tel Aviv na turnê de seu novo show. Em resposta, vários artistas, entre eles Roger Waters, assinaram uma carta pedindo para que o australiano cancelasse os shows, marcados para 19 e 20 de novembro, porque acreditam que "Israel estabeleceu um regime de apartheid que domina os palestinos".
No sábado, véspera do primeiro show no país, Cave disse que decidiu tocar em Israel para se posicionar contra "as pessoas que estão tentando derrubar, fazer bullying, censurar e silenciar os músicos". Além disso, ele afirmou que se alguém quiser tocar em Israel "precisa passar pela humilhação pública de Roger Waters e companhia."
Na resposta, o líder do Pink Floyd foi duro. "Nick acha que isso é para censurar a sua música? O quê? Nick, com todo o respeito, a sua música é um assunto irrelevante, assim como a minha, a do Brian Eno ou a do Beethoven. Isso não é sobre música, é sobre direitos humanos. É sobre crianças, sobre garotos que morrem enquanto jogam bola na praia na Faixa de Gaza. Garotos que são assassinados por Israel", afirmou Waters em carta.
Fonte: Do UOL
Em São Paulo

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200