Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Inatel Competence Center adota dinâmica de integração

inatel-icc-colding-dojo-agosto-2011_15-nova
Treinar seus conhecimentos em um ambiente onde todos possam interagir e trocar experiências. Esse é o objetivo da dinâmica de programação de softwares denominada Coding Dojo. A atividade foi realizada no Inatel Competence Center – ICC, no dia 31 de agosto. Participaram 13 programadores, enquanto dois resolviam um problema de programação, os outros participantes debatiam e contribuíam para a solução do teste.

O Coding Dojo é divido em três modalidades – Kake, Kata e Randori. Em comum, a prática de sempre ter dois programadores trabalhando juntos. A modalidade aplicada na dinâmica com 13 especialistas do ICC foi a Randori. Nela, dois programadores desenvolvem o código, cada piloto (quem está no teclado) tem em média 5 minutos para permanecer ali, depois ele sai, volta para a plateia e o co-piloto vira piloto. Com isso, alguém da plateia se torna co-piloto e assim os participantes se revezam no tempo determinado.


FOTO: Especialista do ICC Leandro de Carvalho Maia


Na atividade, é adotada a metodologia de criação de software baseada no “Desenvolvimento Orientado a Testes”. Nela, os participantes realizam testes de programação que em um primeiro momento não devem ser eficientes, ou seja, o erro no teste demonstra que ele está funcionando corretamente. A partir daí, as mudanças para se resolver os problemas devem ser mínimas a fim de sempre ter certeza de que nada de errado forçou a eficiência da programação.

De acordo com o especialista do ICC, Leandro de Carvalho Maia, o objetivo é realizar com mais frequência esse tipo de prática e estendê-la para os alunos por meio de atividades complementares. “Essa dinâmica é interessante porque cria uma integração entre as equipes, pois contamos com muitos profissionais que possuem conhecimentos distintos, com o Coding Dojo podemos misturar esses conhecimentos”, explica. 
Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200