Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

On-Gear e Smart Light são selecionadas para o programa de Ideação do Inatel

Keeper Health Care amplia permanência na pré-incubação para desenvolvimento de protótipo

Duas novas ideias foram selecionadas por meio da terceira seleção de empresas, do programa de Ideação do Núcleo de Empreendedorismo do Inatel. O núcleo avalia os projetos e, de acordo com sua maturidade, direciona para o programa mais adequado, sendo a Ideação o primeiro estágio, seguido da pré-incubação e incubação de empresas.

As startups On-Gear e Smart Light já iniciaram os trabalhos de desenvolvimento da ideia no Laboratório de Ideação. Entre as ações realizadas no programa de ideação estão as competências em torno da criatividade aplicada à inovação, e principalmente, para a análise de viabilidade das ideias nas dimensões de mercado, tecnologia, recursos humanos, financeiro e Time to Market - definição dos conceitos e medidas de tempo do início do desenvolvimento de um produto até ele estar pronto para a venda.

De acordo com a gestora da Incubadora do Inatel, Tânia Rosas, estas duas novas ideias passam agora pelo processo de ideação para trabalhar o entendimento da proposta de valor da solução para o respectivo segmento de mercado frente aos desafios tecnológicos. “O programa de ideação integra o programa de incubação do Instituto e tem como missão apoiar o desenvolvimento de projetos de negócios inovadores que estejam em estágio de concepção da ideia com necessidade de estimular a criatividade e iniciar um processo de inovação com teste da ideia, criação de um conceito ou prototipagem do modelo de negócio”, explicou.

DSC 6353Se a criatividade e a inovação são os requisitos para o desenvolvimento da empresa estas duas startups estão no caminho certo. A On-Gear, possui a proposta de desenvolver um aprimoramento nos controles para realidade virtual com um sistema que faz a captura de movimentos do usuário em tempo real, possibilitando assim, o desenvolvimento de controles mais complexos que os atuais. “Esse sistema pode ser aplicado não somente para controlar jogos, mas também, na criação de filmes, controle de robôs, e praticamente qualquer objeto real ou virtual que possa se configurar de acordo com os pontos rastreados pelo sistema”, explicou o idealizador da On Gear Flávio Dini Alves Coutinho.

“Pra nós da On-Gear estes passos iniciais são os mais importantes, assim, teremos as validações necessárias para construir a nossa empresa e para implantar do nosso produto no mercado. O contato com pessoas que já estiveram onde estamos agora, também é muito importante, pois através da experiência deles, nós podemos evitar muitos problemas que poderiam vir a acontecer futuramente, e nos preparar para situações que nem imaginávamos que poderiam ser possíveis”, comentou Flávio Dini Alves Coutinho, idealizador da On-Gear.

Para o estudante do terceiro período de Engenharia de Controle e Automação do Inatel, João Antônio Pereira Barbosa, o ingresso no processo de ideação foi essencial para o desenvolvimento da On-Gear, “Sem o apoio do Inatel não veríamos nosso projeto saindo do papel. Mesmo antes da ideação a ajuda dos orientadores já se mostrou valiosa, sendo que, um plano de negócios, para o que era apenas um produto, já apareceu e se mostrou solido”, disse Barbosa, responsável pela pesquisa e desenvolvimento da empresa.

Farol automático

DSC 6376Já a Smart Light é desenvolvedora de um sistema que automatiza os faróis dos veículos automotores. De acordo com o desenvolvedor Rafael Maciel dos Reis, esta ideia foi criada para a edição de 2015 da Feira Tecnológica do Inatel (Fetin).

“Tínhamos um projeto para a Fetin de 2015, e após a vigência da lei que estabelecia o uso de farol baixo nas rodovias, nossa proposta ganhou mais força e novas ideias. O nosso diferencial é que não existe no mercado um produto vendido avulso, de fácil instalação e de baixo custo para o cliente. Entre os benefícios deste farol automatizado é de evitar infrações devido ao não uso em rodovias durante o período diurno, além da melhora na visibilidade entre os motoristas de dia e a noite, já que ele aciona automaticamente o farol alto quando não é encontrado nenhum veículo no sentido contrário ou até mesmo a sua frente”, comentou o Rafael.

Com este benefício aos motoristas a Smart Light estima passar por todos os processos de desenvolvimento da empresa que o Núcleo de Empreendedorismo do Inatel oferece para as startups em processo de incubação. “Nossa expectativa é de passar em breve para a pré-incubação e subir para a incubação e sem a ideação, que é o primeiro passo, não teríamos os conhecimentos necessários para desenvolver esta ideia”, comentou Rafael. A Smart Light também possui a participação do sócio e desenvolvedor Matheus Almeida Machado. Ambos são alunos de engenharia do Inatel.

Pré-incubação

O processo de seleção também recebeu a empresa Keeper Health Care, que já era pré-incubada do Inatel. A pré-incubação é a segunda fase após o programa de ideação. A empresa ampliou sua permanência e se mantém na pré-incubação. “Nós já passamos pelo processo de ideação pelo qual tivemos a oportunidade de modelar a nossa ideia e realizar algumas validações com nosso público alvo, agora no processo de pré-incubação, vamos desenvolver nosso primeiro protótipo e, até o final do ano, iremos produzir nosso lote piloto para testes de mercado. Até o final do processo de pré-incubação nós queremos ter um produto validado no mercado. Isso é de extrema importância para que a empresa consiga passar para fase de incubação onde nós colocaremos de fato o produto no mercado”, comentou o responsável pela Gestão e Mercado da Keeper Leonardo Araújo Hart.

A Keeper Health Care é uma empresa de base tecnológica que desenvolve soluções para área de saúde focada em produtos que estimulam a qualidade de vida e bem estar dos usuários. Atualmente a Keeper desenvolve soluções para terceira idade, sendo o principal produto um smartwatch que ajuda o idoso a manter um estilo de vida mais saudável e em casos de emergência como uma queda ele propicia um socorro mais rápido, tudo isso pode ser acompanhado por um parente ou cuidador através de um aplicativo.

“O Inatel por meio do NEmp é sem dúvida o nosso maior parceiro nessa empreitada. A infraestrutura oferecida, os treinamentos, os programas, como o Crowdworking e Sibratecshop, são fatores chave que fornecem a empresa inserida neste ambiente uma base sólida tanto na parte técnica como na de gestão e mercadológica. O que é por si só um grande diferencial perante o mercado”, finalizou Leonardo. A equipe da Keeper também é formada por Lucas Dionízio de Melo, responsável pela Pesquisa e Desenvolvimento da startup.

DSC 6414

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200