Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Crowd Vale da Eletrônica lança segunda chamada de startups para pré-aceleração

inatel crowd segunda fase maio 2017Até 9 de junho estão abertas as inscrições para o processo seletivo de startups de base tecnológica que integrarão a segunda turma do Crowd Vale da Eletrônica, que funciona no Inatel, em Santa Rita do Sapucaí. Implantado em conjunto pelo Telefónica Open Future, programa global de inovação aberta e empreendedorismo do Grupo Telefónica (controlador da Vivo), pela Ericsson e pelo Inatel, o Crowd destina-se a impulsionar o talento local e incentivar jovens com vocação empreendedora a colocar em prática suas iniciativas. O Crowd Vale da Eletrônica é a primeira iniciativa do gênero lançada pelo Open Future no país. Para a segunda turma, serão selecionadas até 20 startups para um período de pré-aceleração de dez meses.

O programa está em busca de projetos em áreas como IoT (Internet das Coisas), soluções digitais em Telecom, Fintech , Agtech , SaaS (Software as a Service), Big Data, Machine Learning, Inteligência Artificial, E2E (End to End), Edtech (Educação), Segurança, Vídeo, Media, Mobile (aplicativos para celular) e Games. As inscrições estão abertas a todos os interessados e devem ser feitas por meio da plataforma Open Future.

Além de fornecer infraestrutura do espaço, o Crowd oferece suporte técnico e mentores capacitados para orientar os participantes no desenvolvimento dos projetos. Depois de iniciado no ambiente do Crowd, o empreendedor terá oportunidade de pleitear novo apoio junto ao Open Future. Em uma segunda etapa, poderá receber investimento por meio da Wayra, aceleradora de startups sediada em São Paulo. 

Conclusão da primeira turma

crow3 edited

Seis startups que finalizaram o período de pré-aceleração dentro da primeira turma do Crowd Vale da Eletrônica participam nesta sexta-feira, dia 12, de um Demo Day para uma banca formada por especialistas e potenciais investidores, na sede da Wayra, em São Paulo. “Algumas equipes da primeira turma demonstraram um bom desempenho e, por isso, continuaremos observando seu desenvolvimento mesmo após o término do programa para possíveis novos apoios e apresentaremos 6 delas para uma banca formada por cinco profissionais de mercado e investidores sempre em busca de inovação”, afirma Renato Valente, country manager do Telefónica Open Future.

Das equipes que estão concluindo o processo, duas – a Spark Telecom e a Das Coisas – fecharam parceria com a Ericsson. A Spark desenvolve soluções na área de vídeo analítico e de inteligência de mercado, e a Das Coisas criou um hardware de referência que diminui o tempo de desenvolvimento de novos produtos. "As mentorias que recebemos foram importantes para modelar o nosso negócio e validar nossa proposta de valor para o mercado. Inclusive, uma das validações foi feita com a própria Ericsson nessa proposta de utilizar nossas ferramentas para acelerar um desenvolvimento, entregar uma prova de conceito e partir para uma solução final", conta Victor Fernandes, da Das Coisas.

Eduardo Ricotta, vice-presidente da Ericsson na América Latina e ex-aluno do Inatel;, enfatiza os benefícios da primeira fase: “Foi um ano de aprendizado para todos nós, não só as equipes que participaram ao longo do último ano. Trouxemos para a Ericsson, por meio de parcerias, algumas soluções que foram apresentadas pelas equipes de crowdworking no Inatel, e alavancamos ótimas oportunidades de soluções TIC em nosso negócio. O fomento ao desenvolvimento de aplicações que transformam a TIC no Brasil nos coloca na linha de frente dos países que incentivam a agenda digital e não podemos perder o fôlego. Temos que seguir ainda mais criativos, ainda mais fortes e melhores nessas boas práticas de empreender por meio da tecnologia”.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Empreendedorismo do Inatel, Rogério Abranches, além das startups que fecharam parceria com multinacional, outras estão em contato com potenciais investidores e aceleradoras, duas estão participando do processo seletivo da Incubadora do Inatel e outras duas integraram a primeira fase do programa de aceleração da Fiemg, em Belo Horizonte. “O Crowd Vale da Eletrônica veio dar força ao programa de pré-incubação do Inatel, que passou a atuar também com todos os processos de uma pré-aceleradora de startups. Aprendemos muito com o primeiro ciclo e acreditamos que, com as mudanças implementadas para esta nova etapa, como a ampliação da participação de empreendedores e especialistas experientes junto aos nossos alunos, vamos colher resultados ainda melhores”, ressalta Rogério.

Participarão do Demo Day a Das Coisas, a 4Inteligence, plataforma de inteligência competitiva para análises econômicas empresariais; Gauttec, que desenvolveu uma plataforma de monitoramento do processo de higienização em ambientes hospitalares; Keeper, que faz monitoramento para idosos; Easyfix, software para gestão de processos de manutenção de equipamentos hospitalares; e a Physium, que desenvolveu um sistema de esterilização de equipamentos eletrônicos por meio de ultravioleta.

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200