Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Plataforma dá acesso para deficientes auditivos acompanharem aulas remotas no Ensino Superior

Software de Startup formada por alunos do Inatel transcreve as falas do professor em tempo real e ajuda outros alunos

Software Aurem2 15Mai20Professor Egídio e Edpo, em aula remota com auxílio da plataforma Aurem

A suspensão das aulas alterou a rotina dos estudantes do ensino superior. Professores e alunos precisaram se adaptar, mas foi uma medida importante, pois a faculdade é um espaço onde o contato é inevitável. Por isso, desde o início do isolamento social, o Inatel passou a ministrar aulas remotas com os alunos e uma plataforma desenvolvida pela startup Aurem, residente no Programa de Incubação do Instituto, auxilia alunos com deficiência auditiva e até mesmo os ouvintes, a compreenderem melhor o conteúdo.

A realização das aulas não presenciais foi autorizada pelo Ministério da Educação (MEC) para evitar aglomerações, desta forma, a equipe docente do Inatel organizou aulas, slides e arquivos que são compartilhados com os alunos durante os encontros ao vivo. E a plataforma da Aurem, que já estava em teste nas salas presenciais, acabou sendo uma grande aliada neste período de distanciamento, principalmente para os que contavam com a leitura labial para assistirem as aulas.

O Professor Egidio Raimundo Neto lembra que foi convidado pela Aurem para testar o software quando as aulas aconteciam no Campus e que curiosamente no começo deste semestre o primeiro a interagir com a plataforma foi um aluno deficiente auditivo. “Foi uma experiência muito interessante poder conhecer as funcionalidades da plataforma presencialmente com um usuário que é público para a solução e ele apenas elogiou e deu retornos positivos” lembra o Professor. 

Com a chegada das aulas remotas, a mudança foi muito natural e, segundo o Professor Egídio, com o auxílio da Plataforma Aurem, tanto os estudantes ouvintes quanto aqueles com algum tipo de perda auditiva, conseguem acompanhar com mais eficiência em tempo real, com a disponibilidade ainda de um arquivo em PDF com todas as falas transcritas, salvo logo após o término da aula. 

A Aurem foi criada por alunos do Inatel e da Faculdade de Administração e Informática, as soluções trabalhadas pela empresa utilizam inteligência artificial com foco na acessibilidade, saúde e educação. A startup tem recebido destaque desde o processo de pré-incubação, quando seu sócio Bruno Candia, estudante de Engenharia de Controle e Automação, foi Premiado no programa Empreenda Santander na classificação Universitário em 2019. 

Inatel Software Aurem3Do ponto de vista do usuário e estudante de Tecnologia em Automação do Instituto, Edpo Donizete da Silva, a plataforma da Aurem o está salvando nas aulas, pois ele estava habituado a fazer leitura labial. “Durante as demonstrações (como slides e imagens), quando o professor não aparece, ficaria quase impossível de acompanhar” conta Edpo. Segundo o aluno, a legenda apresentada pelo software traduz muito bem o áudio e facilita a vida dos estudantes como ele que possuem deficiência e ou perda auditiva.

Edpo, aluno do Inatel que possui deficiência auditiva em aula com legendas 

A primeira experiência do Inatel com a plataforma em aulas não presenciais aconteceu antes da quarentena, em março deste ano, em um Seminário Online com várias temáticas ligadas à tecnologia, em que um dos inscritos afirmou ser surdo e que gostaria de participar das palestras ao vivo. “Assim que recebemos o contato, procuramos a startup pedindo apoio para o Seminário a fim de torná-lo acessível, a Aurem prontamente fez perguntas a respeito do estudante, se ele era letrado, por exemplo, nos apresentou e forneceu acesso a plataforma Genus, o que possibilitou usarmos o recurso de legendas nas transmissões ao vivo durante todo o Seminário” recorda Rosimara Salgado, do Núcleo de Educação a Distância.

Bruno Candia, graduando e CEO da Aurem enfatiza, “as pessoas que usaram nossa plataforma retornaram dizendo que se sentiram menos pressionadas ao saberem que há um deficiente auditivo assistindo a aula e que ele está conseguindo acompanhar o conteúdo” lembra o líder da startup. E Bruno completa, “neste momento que estamos vivendo, poder dar a mesma acessibilidade de um aluno ouvinte, para um com deficiência auditiva, é a grande vantagem que nós vislumbramos, inclusive, dois alunos manifestaram que preferiram a aula com auxílio da legenda, um deles ouvinte e o outro com perda auditiva.”

Com o fechamento das escolas, cerca de 1,5 bilhão de estudantes ficaram sem aulas presenciais em 160 países, segundo relatório do Banco Mundial. Muitas escolas têm aproveitado a situação para desenvolver metodologias novas e para o Inatel é a chance de colocar todo o empreendedorismo e a criatividade desenvolvidos no campus a favor de sua própria comunidade, pela acessibilidade de todos. “Apesar do Novo Coronavírus nos trazer tantos desafios, o aplicativo da Aurem tem ajudado demais todos os envolvidos, e é muito gratificante poder ajudar um aluno com um projeto de outro aluno. Essa rede de cooperação entre nossas startups e a academia contribui principalmente para incluir os deficientes, para que o processo de aprendizagem seja cada vez mais bem sucedido e não traumático” comemora o Professor Egídio, entusiasta da plataforma e da inclusão.

Para conhecer a plataforma, acesse o link: https://aurem.com.br/genus

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200

Política de Privacidade