Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Inatel se adapta para enfrentar pandemia do COVID-19

fachada inatel300Desde o aumento do número de casos de coronavírus em outros países, o Inatel tomou medidas de prevenção e orientações para a comunidade interna, alunos e funcionários. Ainda em fevereiro, comunicados foram emitidos a todos e procedimentos internos foram criados para atender as demandas de higienização pessoal, bem como dos equipamentos e ambientes de trabalho e estudos, com reforço na distribuição de álcool gel.

O núcleo que cuida dos intercâmbios dos alunos checou a data de chegada deles ao país, garantindo o respeito ao período de quarentena indicado pelo Ministério da Saúde. O mesmo foi realizado com colaboradores que estiveram no exterior. Além disso, foram canceladas as vindas de diversos intercambistas ao Inatel e os que já estavam em trânsito, ao chegar ao Brasil, foram mantidos em isolamento por 14 dias.

Com o avanço da pandemia e antes mesmo da confirmação dos primeiros casos no Brasil, os eventos realizados no Inatel e que envolvem toda a comunidade de Santa Rita do Sapucaí e região foram cancelados até o final de abril. Além disso, foram fechadas as áreas de esportes, lazer e convivência, como a academia, quadras, piscinas e parquinho infantil.

No dia 17 de março o Inatel anunciou a suspensão das aulas presenciais para os alunos a partir do dia 18 até, pelo menos, o final do mês, atendendo a uma determinação do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª região. Nesse período, os estudantes terão aulas virtuais. Já no dia 19 de março foi a vez dos funcionários do Inatel começarem a se afastar. De acordo com a Diretoria do Instituto, cerca de 80% dos colaboradores estão atuando remotamente ou em esquema diferenciado de trabalho, com revezamento e redução de carga horária. “Só foram mantidos serviços essenciais, que envolve a manutenção do campus e de atendimento às empresas parceiras na área de Telecomunicações, tão importante para esse período”, afirma o Diretor do Inatel, Carlos Nazareth Motta Marins.

Para o trabalho remoto foram preparados e liberados 700 computadores, 250 monitores e 180 celulares corporativos. Os colaboradores estão utilizando softwares especiais para um acesso seguro à rede do Inatel de maneira remota, além de aplicativos para a realização de reuniões e aulas virtuais.
Portanto, mesmo com o afastamento, o trabalho do Inatel continua nas áreas de educação, pesquisa e desenvolvimento. Várias ações on-line devem surgir nos próximos dias, incluindo um seminário gratuito com temas tecnológicos aberto aos interessados na área.

“O propósito de todas essas ações é fazer com que o convívio entre as pessoas seja restrito, atendendo ao pedido das autoridades de saúde pelo isolamento social. Recomendamos que os alunos, professores e colaboradores mantenham-se em suas casas e evitem frequentar desnecessariamente lugares público e participarem de reuniões sociais. O sucesso de medidas para contenção do contágio em nossa população depende de cada um de nós”, completa Nazareth.
Todas as informações sobre as ações do Inatel nesse período estão no site inatel.br/coronavirus.

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200

Política de Privacidade