Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Vale da Eletrônica cresce apesar da crise econômica e dá exemplo de cidadania

Procura pelo Vestibular do Inatel cresce 30% e é destaque no Jornal Nacional, da Rede Globo

tour_trote_jn_300aSanta Rita do Sapucaí segue em direção contrária aos fatores da crise econômica mundial que cobrem o horizonte de incertezas. Em meio a demissões em massa, desvalorização monetária e projeções negativas de expansão, as empresas do Vale da Eletrônica estimam ampliar a produção em 2009. Isto se deve ao excelente momento pelo qual passa o setor de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC's), ramo a que as empresas do município estão diretamente ligadas.

O bom desempenho da área e das empresas do Vale da Eletrônica foi mostrado no Jornal Nacional, da Rede Globo, no dia 11 de fevereiro, em especial preparado pela emissora que destaca os setores que ignoram a crise.
(http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL998035-10406,00-SETOR+DE+ELETROELETRONICOS+ESPERA+CRESCIMENTO.html)

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o setor de TI irá crescer 6% em 2009, duas vezes mais que a expansão projetada para o Produto Interno Bruto. (PIB). Os dados da Associação mostram que mais de 30 mil vagas na área de TI em todo o país ficaram em aberto em 2008. A perspectiva é que a alta demanda por mão-de-obra continue, já que o Brasil tem uma oferta de 70 mil postos de trabalho na área e apenas 44 mil candidatos estão aptos a preenchê-las.

As empresas do Vale esperam aumentar de 10% para 15% a produção destinada ao mercado externo, beneficiadas por parte do investimento de R$ 29,4 milhões anunciado pela Agência Brasileira de Promoção e Investimentos (Apex Brasil) de forma a alcançar a meta de US$ 1,3 bilhão de exportação em 2009.

No Inatel, os números refletem este bom momento. A procura pelos cursos de graduação no Instituto aumentou 30% no último Processo Seletivo, realizado em dezembro de 2008, comparando ao vestibular realizado no mesmo período de 2007. A oferta de vagas de estágio para os alunos da instituição cresceu 291%. A área de Educação Continuada, com cursos de pós-graduação e capacitação profissional, cresceu 72,76% de 2006 a 2008, com projeção de 76,88% para o período de 2008/2009. O percentual de empregabilidade entre recém-formados é de 98%, segundo dados de pesquisa feita com os egressos do curso de Engenharia Elétrica, em julho de 2008, pelo Núcleo de Estágios e Serviços Profissionais do Inatel (nova pesquisa será aplicada aos egressos do semestre passado).

Dentre outros fatores, o diretor do Inatel, professor Wander Wilson Chaves, também credita o bom desempenho do setor aos programas de governos, como a digitalização da TV, por exemplo, que impactam em crescimento de mercado. "Existem, ainda, situações em que a pessoa utiliza TI sem saber que o está fazendo. Hoje, ao comprar um celular, estamos, na verdade, comprando várias outras funções que vêm agregadas ao aparelho, e isso implica em demanda ligada à área de TI. O nosso país tem a chance de sair desta crise fortalecido", completa.

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200