Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Novos alunos já podem entrar com pedido de bolsa de estudos

Diferentes modalidades de bolsas contribuem para formação dos alunos do Inatel

Os alunos que vão iniciar em 2016 nos cursos de graduação em Engenharia e Tecnologia do Inatel e estão interessados em bolsas de estudos já podem se inscrever no Portal Acadêmico, obter a relação de documentos no site e entregá-los na Seção de Assistência Estudantil. O Instituto oferece diversas modalidades para custeio da mensalidade e cerca de 40% dos estudantes matriculados se beneficiam de alguma bolsa.

inatel-campus-vestibular-verao-2016Este ano, o Inatel lançou um novo programa de bolsas com o objetivo de ampliar a oferta para custeio da educação a seus alunos, principalmente por conta do período de instabilidade econômica e também em virtude das mudanças do Financiamento Estudantil do governo federal, que restringiu o benefício.
Pelo novo programa, o aluno poderá ser beneficiado com uma bolsa de estudos de 20% a 70% do valor da mensalidade do curso, sendo 50% do valor da bolsa na forma não-reembolsável e 50% reembolsável. O pagamento da parcela reembolsável poderá ser feito após o fim do curso, com os valores corrigidos e as taxas decorrentes.

Além das modalidades não-reembolsável e reembolsável da Finatel, os alunos podem se beneficiar de outras bolsas oferecidas na instituição de ensino por meio de parcerias com empresas e órgãos de fomento à pesquisa, desenvolvimento e inovação, como bolsas de iniciação científica, iniciação tecnológica, monitoria, estágio, entre outras. "Em alguns casos, é possível somar a bolsa da Finatel, que abate o valor da mensalidade, a outras modalidades de bolsa nas quais o aluno recebe um valor mensal que contribuiu com os gastos com a educação", explica a assistente social do Inatel, Elaine Cristine de Oliveira Cardoso.

O engenheiro de Computação, Marcelo Henrique Gonçalves da Silva, concluiu o curso no final de 2015 e sabe a importância que a bolsa de estudos teve para a sua formação. Além da bolsa da Finatel, Marcelo fez monitoria, estágio e iniciação científica que renderam ganhos que auxiliaram nos estudos. "Sem dúvidas estes benefícios foram determinantes para eu continuar, viabilizou minha dedicação total aos estudos e estimulou o meu desempenho acadêmico". Marcelo explica que o interesse e o esforço do estudante são imprescindíveis nesse processo, afinal não adianta só querer a bolsa, é necessário fazer por merecer. "Sempre fui muito determinado. Então, eu queria, me dedicava, os resultados apareciam e mais benefícios surgiam".

Os alunos do Inatel que já estudavam na instituição em anos anteriores, que não possuem a Bolsa Finatel e não entraram com pedido até o final de 2015 terão a oportunidade de pleitear a inserção no novo programa de bolsas de estudos. Todos os pedidos de bolsas entregues na Seção de Assistência Estudantil são analisados pela instituição e a fundação mantenedora. O prazo para resposta aos pedidos para os alunos ingressantes em 2016 é 10 de março. Outras informações na SAE pelo email sae@inatel.br ou telefone (35) 3471-9266.

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200