Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Equipamento desenvolvido por alunos do Inatel mostra gasto com energia em tempo real

imagem-inatel-alunos-econoensorCom o nome de Econo$ensor, alunos do Inatel desenvolveram um aparelho que mostra ao consumidor o gasto com energia elétrica em tempo real. O equipamento, uma espécie de relógio de energia digital, também permite que seja pré-programada uma meta de consumo, seja por intermédio do controle financeiro ou da energia em KWh.

O estudante de Engenharia Elétrica, Dênio Ferreira de Lima Vilela, juntamente com a equipe formada pelos alunos de Engenharia da Computação, Pedro Ribeiro de Lima, Thiago Barros de Jaegher e Túlio César, apresentaram o Econo$ensor durante a 28ª edição da Feira Tecnológica do Inatel - FETIN.

O Econo$ensor também poderá ser utilizado para medir o consumo em qualquer ponto ou tomada da casa ou conforme a necessidade do usuário. "Por enquanto nosso aparelho mede a energia gasta e mostra o valor financeiro a ser pago em reais, mas a intenção é que a pessoa seja informada quanto está gastando por setor da casa ou comércio, seja na tomada, chuveiro e geladeira e até controlar a fuga de energia", explica Pedro Ribeiro.

Apostando na comercialização do Econo$ensor, os alunos empreendedores e futuros engenheiros já criaram a empresa Inovale Tecnologia que, instalada na Incubadora Municipal Sinhá Moreira, em Santa Rita do Sapucaí, pretende disponibilizar ao mercado o equipamento no valor previsto entre R$ 100 e R$ 150.

Ainda, através de internet Banda Larga pela rede elétrica (Broadband Power Line - BPL), recém-regulamentada pela Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL e pela Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, o consumidor poderá ligar no aparelho um cabo de rede e visualizar no computador as informações sobre o consumo de energia e qualquer outra informação a ser disponibilizada pela empresa fornecedora de energia. "O próprio aparelho servirá como um modem residencial, que distribuirá Internet para os demais computadores da casa", garante Pedro.

Em tempos de apagão, o equipamento idealizado pelos alunos do Inatel foi destaque em reportagem do jornal Estado de Minas, edição do dia 14 de novembro, no caderno de Economia, que pode ser visualizada na edição online por intermédio do seguinte endereço: http://wwo.uai.com.br/UAI/html/sessao_4/2009/11/14/em_noticia_interna,id_sessao=4&id_noticia=136002/em_noticia_interna.shtml

 

 

 

 

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200