Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Dois projetos do Inatel estão classificados para a final da Feicintec

logoOs projetos "B3D" e o "Wirip (Wire Rest in Peace)", ambos premiados na Feira Tecnológica do Inatel – Fetin, estão classificados para a final da Feira de Ciências e Inovações Tecnológicas (Feicintec). A feira realizada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) está em seu terceiro ano e busca incentivar a criatividade, o planejamento e a execução dos projetos de pesquisa na área tecnológica, tendo foco na inovação, promovendo o intercâmbio de conhecimento entre os participantes.

Ao todo foram inscritos 234 projetos de estudantes de ensino superior e cursos técnicos de engenharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia de 75 instituições de ensino de Minas. Os dois trabalhos do Inatel estão entre os 33 finalistas que foram selecionados por uma comissão de professores e profissionais do Conselho com base no relatório enviado pelos estudantes, considerando critérios qualitativos e quantitativos. Os cinco primeiros colocados serão premiados com valores entre R$ 4 mil e R$ 12 mil, os demais receberão menção honrosa. A final será realizada nos dias 09 de dezembro, na sede do Crea, em Belo Horizonte.

Projetos

IMG 3335O WIRIP - Wire Rest In Peace, dos alunos Fernanda Carneiro Avelar do 4º período de Engenharia de Computação, Rodrigo Rhemann Dias Ferreira do 4º período de Engenharia Biomédica e Matheus Henrique de Lima Malacco também do 4º período de Engenharia de Telecomunicações, visa a evolução no modo de transmitir energia elétrica. No projeto desenvolvido a energia pode ser transmitida através do ar e é dividido em 3 diferentes produtos: Plug, Go e Heart. O WIRIP Plug substitui as tomadas convencionais. Após sua instalação, ele passa a emitir energia elétrica sem o uso de fios. Já o WIRIP Go permite ao usuário recarregar seu celular realmente sem o uso de fios. O WIRIP Heart é um dispositivo desenvolvido para recarregar marcapassos sem a necessidade de cirurgias. Esse processo pode salvar a vida de muitas pessoas, como idosos debilitados, que não podem mais enfrentar uma cirurgia. O Heart também apresenta um moderno sistema de ionização que, ao deixar o ar do ambiente cheio de íons negativos, contribui para uma melhora na saúde do usuário.

O Integrante da equipe Matheus Malacco se disse surpreendido pela classificação para a final. "Temos visto que a feira tem se expandido e que os critérios de escolha estão cada vez mais rígidos. Para nós foi especial estar entre os classificados e poder representar o Inatel", ressaltou.

IMG 3340Outro projeto também classificado é o B3D dos alunos Leonardo Augusto Amaral Sanches da Cunha do 6º período de Engenharia de Controle e Automação e Júlia Volpato da Silva aluna do 10º período de Engenharia Biomédica. O B3D é baseado em projeto open-source, criado a partir de processo artesanal, modificado e melhorado para reproduzir objetos com elevado nível de detalhamento, ótima resolução e a partir da utilização de uma grande gama de materiais, possuindo também baixo custo de fabricação. Com isso, o equipamento desenvolvido reproduz peças com qualidade industrial, diferentes propriedades físicas, químicas e mecânicas, com volumes que podem alcançar até 4400 cm³.

"Nós da B3D estamos profundamente felizes por termos a oportunidade de apresentar nosso projeto na Feicintec em Belo Horizonte, sendo um dos 234 trabalhos selecionados. Iremos representar o Inatel com toda a nossa força e dedicação!", afirmou Leonardo.

Para o orientador dos projetos prof. Wanderson Eleuterio Saldanha, a classificação dos trabalhos mostra o potencial dos projetos desenvolvidos pelo Instituto. "O Inatel em seus 50 anos de existência sempre motivou o poder criativo e inovador de seus alunos. É uma grande satisfação ver trabalhos premiados na 34ª Fetin reconhecidos pela 3ª Feicintec e uma honra poder contribuir com o sucesso dos nossos alunos", finalizou o professor.

Edições anteriores

O Inatel é o Instituto com maior número de premiações na Feicintec. Na 1ª edição da Feira os projetos "PULSE: Sistema de circulação extracorpórea pulsátil", "Kit de motorização para cadeira de rodas" e "Dentist Clear" foram respectivamente 1º, 2º e 3º lugares. Já na segunda edição três projetos ficaram entre os 10 finalistas. O projeto "Aro Magnético" ficou em 2º lugar, o "Colchão Automatic Syncrus" foi o 5º colocado e o projeto C.O.D. (Cadeira Ortostática Dinâmica) ficou com a 9º colocação.

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200