Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar
Este ano, a Feira Tecnológica do Inatel – FETIN apresentou um grande número de projetos relacionados à Engenharia Biomédica, sendo que cinco deles ficaram entre os primeiros colocados. Segundo o coordenador da feira, o professor Bruno Monteiro, esta é uma tendência que cresce a cada ano em função do investimento das empresas no desenvolvimento de novos equipamentos nesta área, bem como o investimento do Inatel neste segmento de pesquisa.

inatel-quantificadordebacterias-fetin-out2012O Quantificador de Bactérias ficou em 1º lugar no nível 3 e ganhou o Prêmio FAPEMIG de Inovação TecnológicaUm dos destaques foi o "Quantificador de Bactérias", projeto que ficou em primeiro lugar no nível 3 e recebeu o prêmio FAPEMIG de Inovação Tecnológica, prêmio de maior relevância no evento. O dispositivo, criado em conjunto por alunos dos cursos de graduação em Engenharia Biomédica e Engenharia de Telecomunicações, é capaz de medir a concentração de bactérias em um meio líquido por meio da espectrofotometria, técnica que utiliza luz para identificar os microorganismos.

Para Filipe Loyola Lopes, integrante do grupo que desenvolveu o projeto, a interdisciplinaridade e as diversas possibilidades de atuação são os atrativos da área de Engenharia Biomédica. "A oportunidade de colocar em prática o maior objetivo da engenharia que é auxiliar a sociedade e melhorar a qualidade de vida das pessoas me estimula a continuar os estudos e a desenvolver novos projetos", acrescenta o estudante, que cursa o 5º período do curso de graduação em Engenharia Biomédica.

inatel-ihealthcare-fetin-out2012O Ihealthcare ficou em 2º lugar no nível 4A aluna do 6º período do mesmo curso, Isabel Francine Mendes, teve seu projeto classificado em segundo lugar do nível 4. Ela e mais dois alunos do curso de Engenharia de Telecomunicações desenvolveram um equipamento que monitora os batimentos cardíacos e a saturação sanguínea de pessoas que precisam de cuidados médicos em casa e transmite os dados para um site, onde o médico ou cuidador podem acessar as informações em tempo real.

Segundo Isabel, utilizar a tecnologia a serviço da saúde é um grande desafio, no entanto, uma necessidade real. "O aumento do número de projetos nesta área na FETIN mostra que a união das duas áreas dá certo e pode ajudar muitas pessoas", completa.

Na opinião do coordenador do curso de graduação em Engenharia Biomédica do Inatel, o professor Fabiano Valias de Carvalho, a área desperta nas pessoas o sentido de solidariedade, onde a busca de soluções para problemas se torna um desafio gratificante, porque os resultados obtidos são aplicados em prol da saúde e do bem estar das pessoas.

Ambos os alunos mencionados nesta matéria atuam como bolsistas no Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia Assistiva (CDTTA) e desenvolvem projetos destinados a facilitar a vida das pessoas com deficiência.

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200