Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Começam preparativos para a Passeata Ecológica da Cas@Viva

Alunos da Cas@Viva irão recolher lixo eletrônico da comunidade

Os alunos e monitores da Cas@Viva, projeto social mantido pelo Inatel, já estão envolvidos nos preparativos de mais uma Passeata Ecológica, que será realizada no dia 25 de setembro, em Santa Rita do Sapucaí.

imagem_para_jornal

A passeata tem o objetivo de despertar a população sobre a importância de dar o destino correto ao lixo eletrônico. Por isso, os alunos vão recolher materiais descartados pela comunidade, como CPU, monitores, celulares, impressoras e dar o destino correto a eles, enviando às empresas que fazem a reciclagem dentro dos requisitos legais.

 

A coleta será feita das 9h30 às 15h, na praça Santa Rita, e qualquer pessoa poderá entregar o lixo eletrônico que tiver em casa (menos geladeiras e lâmpadas fluorescentes). Em troca, quem participar da ação receberá uma sacola ecológica personalizada.

imagem_apresentacao_passeata_debora_450

 

Este é a quarta edição do Dia da Responsabilidade Social da Cas@Viva, que também promove um concurso de poesia e desenho com o tema da passeata para os alunos integrantes do projeto. Os detalhes do concurso já foram apresentados aos jovens no auditório do Inatel pelas professoras Débora Costanti Justino Ribeiro e Rosimara Beatriz Arci Salgado.

 

Débora explicou aos alunos os problemas causados pela destinação incorreta de materiais eletrônicos e como a reciclagem pode ajudar neste controle. "Um monitor leva cerca de 300 anos para desaparecer na natureza e quase tudo nele pode ser reutilizado. O vidro, por exemplo, pode ser utilizando como matéria-prima para a fabricação de piso e azulejo. Por isso, é importante difundir os 3R's - Redução, Reutilização e Reciclagem".

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200